Os personagens da Copa: de polvo Paul à Jabulani

E aí? Pra vocês, meus leitores, quais foram os personagens do Mundial, o primeiro no continente africano?

Gente, é complicado. Tivemos muitos personagens.
Você lembra das reclamações sobre essa personagem aqui?

1) A Jabulani: É, a Jabulani foi sem dúvida um dos personagens dessa Copa. Antes do começo do Mundial na África do Sul, ela já era reprimida. Coitadinha. Falavam que ela era sobrenatural.
O arqueiro brasileiro Júlio César acabou com a Jabu: “Essa bola é horrível, parece com aquelas que você compra em supermercado.”
Ah, Júlio. No final das contas, você falhou e não teve nada a ver com a Jabu. Com isso, o que tenho a dizer é que definitivamente a Jabulani foi uma das personagens desse Mundial.

2) Diego Armando Maradona, El Pibe D’oro: Dieguito também foi outro que atuou bem. Mesmo saindo mal na Copa, perdendo da Alemanha por 4 a 0, Maradona cumpriu sua meta. Não era estrategista, e deu um show fora dos campos, vibrando, sofrendo, gritando, xingando, chutando… Pra mim, é claro que faltou um técnico para a Argentina, mas quem disse que ele era? Era um ótimo motivador, que carinhosamente beijava seus comandados. Pode ser um pouco estranho, mas El Pibe pareceu ter unido a equipe argentina. Foi bem.

3) O polvo Paul, vidente das águas: Esse polvo ganhou o bolão da firma. Um gênio de futebol, acertou todos os seus palpites dados. 8 chances, 8 acertos. Ele previu até o mais imprevisível, por exemplo: o gênio Paul previu a vitória da Sérvia contra a Alemanha…. até parece que ele vai acertar! No final das contas, ele acertou. Jovanovic deu a vitória a Sérvia.
Com 100% de aproveitamento, Paul vai se aposentar de barriga cheia, e sem dúvidas é um dos personagens da Copa.

4) A terrível e temível vuvuzela: “Pensei que fossem moscas varejeiras”, foi o que disse o nosso Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Quando estava assistindo um jogo de Copa das Confederações, ele procurou as moscas, porém, enganado, Lula recebeu a informação de que o som vinha de vuvuzelas.
Irritante? Eu acho que tem prós e contras. Primeiro, é um negócio legal pelo fato de que todo mundo pode mostrar sua alegria. Só coloquei o nome de “A terrível e temível vuvuzela” por outro lado, o contra a vuvuzela; diz-se que não é possível ouvir o companheiro dizendo algo pra um outro, pois a vuvuzela não permite. Mas eu não joguei, então não tenho muito a dizer nesse tópico sobre vuvuzela.

5) A arbitragem “horrorível” nessa Copa: Dois erros marcaram a arbitragem desse Mundial: o gol de Lampard invalidado contra a Alemanha, – a bola entrou 33 centímetros! – e o impedimento de Carlitos Tévez contra o México – ele estava em uma banheira gigantesca, que só faltava sabonete pra tomar um banho.
Esses erros foram terríveis mesmo.
Alemanha 4 x 1 Inglaterra: a Alemanha fez dois a zero, Upson descontou de cabeça e equilibrou a partida. Se o gol de Lampard fosse validado, seriam dois a dois e o segundo tempo teria sido diferente, pois provavelmente as duas equipes estariam mais cautelosas, não gerando contra-ataques, que foram as armas dos dois gols de Müller no English Team.

Argentina 3 x 1 México: o México marcava bem o time de Maradona, que não conseguia atacar, e o time mexicano tinha ao menos chutado duas bolas perigosas. Após o erro no gol de Tévez, o time de Javier Aguirre pareceu se perder psicologicamente, e tomou outro gol de Higuaín, pouco tempo depois. Tévez fez mais um e Hernández descontou. Se o gol não fosse validado, a história do jogo e da Copa poderia ter sido diferente.

Por: Felipe Saturnino

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: