Archive for outubro, 2010

21/10/2010

Real provou ser real

No jogo da terça pela Champions League, o Real Madrid bateu o Milan por 2 a 0, jogando um futebol digno de aplausos.

Foi pouco pelo que foi jogado. O Real consistente e muito responsável sabia o que estava fazendo, era um time compacto, muito interessante de se ver jogar. A equipe madridista foi jogar em um 4-2-3-1, com dois volantes, Xabi Alonso e Khedira, sendo que os dois sabem sair jogando, porém Khedira é mais um volante de marcação; uma linha de três, com Özil centralizado, Ronaldo pela esquerda e Di María pela direita, e mais a frente, Gonzalo Higuaín, único atacante. Essa linha de três foi fundamental no Madrid; Cristiano Ronaldo jogou muito bem nessa partida, dando muito trabalho ao setor de Zambrotta, na direita do lado do Milan. Özil jogou demais, foi simplesmente impecável na armação, fazendo boas jogadas com Cristiano e Ángel Di María, que jogou muita bola, dando trabalho no lado do pobre Antonini, que só soube jogar ali, sem apoiar. Também se desse apoio pela esquerda, no lado de Seedorf, Di María iria realmente fazer a festa pela lateral do campo. Vimos um Milan muito mal, com as linhas de seus jogadores afastadas e sem criatividade nenhuma. O Real soube administrar e ficar com a bola quando se precisava, mas o Milan não se estabeleceu em pleno Bernabeu, noite para se esquecer para o time de Milão.
Ronaldinho não fez nada demais, talvez uma jogada de efeito, mas deu um belo passe para o gol desperdiçado por Seedorf. Aí vocês colaboram também, né Seedorf?
Pirlo cobrou uma falta na trave e Gattuso, sempre guerreiro, não conseguiu impedir Ronaldo por aquele lado esquerdo do campo. Pirlo, mais centralizado, na teoria teria um confronto com Mesut Oezil, mas ele jogou muita bola. Aliás, só para complementar, todos no Madrid jogaram muita bola. E ainda o comportamento tático da equipe foi muito bom. Em certo momento, até mesmo Higuaín estava formando uma linha de marcação ao Milan, dificultando a saída da bola da defesa milanesa.
Essa defesa não contou com Thiago Silva, mas contou com o ótimo zagueiro italiano Nesta, que não esteve bem nesta partida.

Enfim, o Real provou ter algo consistente em seu time. E seu time tem um técnico que é tão galáctico quanto aos jogadores de sua equipe. José Mourinho é um ótimo técnico que já está formando uma equipe muito forte, consistente e compacta. Parece que o Real parece ser uma ameaça, aliás, ameação não, um time que pode ser campeão mesmo da Liga e tirar o bicampeonato do Barcelona no campeonato nacional.
O Real é real, pelo menos desta vez.

Por: Felipe Saturnino

Anúncios
18/10/2010

Prévia: Real Madrid x Milan

Estou começando a escrever este post exatamente às 22:19 de segunda-feira. Amanhã, com toda certeza, teremos um grande jogo por parte dos dois times.

Sinceramente, não tive a oportunidade de ver a equipe madrilenha jogar, mas sei mais ou menos como deve ser escalada. O Milan vai ter um time muito ofensivo, ou pelo menos deve ter, com três atacantes mais o Seedorf, ótimo meia holandês.

O ano passado tivemos um confronto muito bom, também no Santiago Bernabeu, e naquela vez Kaká jogava. Hoje, o titular é Mesut Oezil, meia alemão que tem feito bons jogos com a camisa do Real. O Milan terá Ronaldinho, Pato e Ibra; Ronaldinho e Ibra conhecem bem o clube de Madri. Ronaldinho faz boas atuações no Bernabeu e quando jogava no Barcelona teve a oportunidade de fazer dois gols no Real. Ibra fez um, no ano passado lá no Camp Nou; foi um gol que contrastou com as más atuações do sueco no time catalão.

O que esperamos é que seja um jogo muito bom entre os dois maiores vencedores da Liga dos Campeões. O meu palpite é Real Madrid 2 a 1. Mas o Milan pode surpreender, pois afinal, um time que tem Ronaldinho, Ibra e Pato, com Seedorf e Pirlo no meio é digno de respeito. O ponto fraco, na minha percepção, é a defesa rossonera, muita desagastada, com um jogador que considero bom: Thiago Silva.

Enfim, em 9 minutos escrevendo o post, estamos há 18 horas do jogo de amanhã no estádio do Madrid. Espero um ótimo espetáculo e por isso, pra quem não tem nada pra fazer à tarde, esse jogo é um bom programa.

Ah, me esqueci. Mano Menezes assistirá o jogo, e verá Ronaldinho. 17 do próximo mês tem clássico com os argentinos. Será que pinta alguma nova até lá? E será que amanhã pode ser o dia desse cara aqui embaixo?
Ronaldinho terá um jogo importantíssimo pra mostrar que voltou a jogar bem.

Por: Felipe Saturnino

15/10/2010

O que aconteceu, Corinthians?

Faz tempo que eu não escrevo no meu blog aqui. Não tenho tempo, mas hoje arrumei um pouco de tempo pra falar só do Corinthians.

Há algum tempo atrás tudo parecia bem, na verdade, tudo estava bem. A equipe tinha vencido o confronto direto contra o Fluminense, lá na vigésima segunda rodada e depois mais duas vitória, fazendo a trinca.
Até aí tudo ótimo, o time jogava bem e era consistente, jogando um futebol não bonito, mas eficiente, time com cara de campeão, já se vendo um pentacampeão pintando no Brasileirão.
Só que a partir do jogo contra o Internacional tudo mudou. Na derrota por 3 a 2 no Beira Rio, o Corinthians não jogou tão bem assim, mas brigou até o fim e quase levou o empate, mas Andrezinho fez de falta nos últimos minutos do duelo. Consecuitvamente, dois empates, por 1 a 1 contra o Botafogo e 2 a 2 na partida contra o Ceará. Após essas duas partidas, três derrotas, para o Atlético-MG, Atlético-GO – para mim a mais surpreendente – e a derrota para o Vasco em uma apresentação patética da equipe corintiana, que já não tinha mais o comandante Adilson Batista.
Agora, é lógico que os resultados não vinham, ao contrário, eram péssimos para um time que quer ser campeão. Mesmo assim, mandar o técnico embora a essa altura do campeonato e trazer um que vai se adaptar e conhecer a forma de trabalhar da equipe. Claro que pode funcionar, seja com um Parreira ou até mesmo com um Tite, só que eu daria tempo ao tempo. Adilson adquiriu uma fama de Professor Pardal na equipe do Corinthians e era isso que muitos corintianos que eu conheço estavam se queixando.
Andres não deu mais tempo ao tempo, cedeu à pressão da torcida que já havia vindo no CT corintiano. Só quis dizer para Adilson que a demissão seria boa para ambos os lados, do Corinthians e do próprio técnico. Eu acho que não foi lá das melhores coisas, querido Sanchez. Pode funcionar ou não.

No jogo contra o Vasco, por exemplo, se o Corinthians tivesse um técnico poderia ter sido diferente, até mesmo pelo fato de que o jovem Carille parecia um pouco nervoso. E a equipe do Corinthians jogou mal demais. Sem criatividade, com Elias desaparecido no jogo, Danilo fazendo o lado esquerdo sem eficiência, Jucilei abrindo na direita e Paulinho centralizado. Enquanto o Vasco simplesmente fez a festa na defesa lenta do pobre Corinthians. Éder Luís deitou e rolou no lado de Alessandro, que saiu lesionado. Jucilei arrumou, ou melhor, tentou arrumar o lado direito do Corinthians, mas nada funcionou. Com 2 a 0 contra, o Corinthians simplesmente não se recuperou na partida.

Deixo claro meu lado: Adilson foi convencido de que a saída seria benéfica para os dois lados, o dele e o do Corinthians. Na verdade, pro do Corinthians não foi. Adilson saiu com o coração machucado, mas o Corinthians vai ter que achar um técnico. Se eu fosse Andres, eu teria deixado o Adilson, ao menos mais esse jogo contra o Vasco. Mas Andres cedeu a pressão.
Ele pode chamar o Mano, quem sabe?

Por: Felipe Saturnino

10/10/2010

São Paulo e Santos vencem na rodada

A rodada ainda não acabou, mas isso não significa que esse modesto blogueiro não pode fazer um post sobre a rodada.

Para os paulistas que jogaram, quer dizer, 2 dos 4 maiores times do estado venceram – apenas dois jogaram.

O Sampa venceu a segunda consecutiva, um ótimo resultado para a equipe de Carpegiani. Uma vitória que injeta fôlego para o clássico do fim de semana que vem, contra o Santos. A vitória veio contra o Prudente, lá no Prudentão. Foi um bom jogo, um 3 a 2 apertado com Oliveira fazendo 3 gols. O Prudente ainda perdeu um pênalti e assim o jogo poderia ter sido um 3 a 3 decepcionante para equipe tricolor, mas não foi assim e o 3 a 2 se consolidou em uma vitória importante.

O time da baixada venceu e manteve o sonho da Tríplice Coroa tão sonhada ainda vivo. Na vitória deste sábado por 2 a 0 sobre o Atlético-PR, a equipe ficou na quarta posição com 28 jogos, sendo que a equipe ainda tem mais um jogo a fazer no meio de semana para igualar Flu e Cruzeiro em número de jogos, pois o Corinthians também tem um jogo a fazer contra o Vasco.

As contas estão sendo feitas e o sonho continua, só resta contar com tropeços das equipes que estão a frente, sendo que o Corinthians não vive um bom momento e Flu e Cruzeiro tem um confronto direto hoje. Será Santos?

Por: Felipe Saturnino

04/10/2010

O Brasileirão após boas rodadas

Após 28 rodadas, tudo indefinido no nosso Campeonato Brasileiro.

Os líderes, Fluminense e Corinthians, desperdiçaram as suas chances. Um tinha a chance de disparar, e só tinha que manter o resultado de 1 a 0 contra o Prudente, lá em Prudente. Tarefa fácil para o time do tricampeão Muricy Ramalho. Bem, na verdade, parecia uma tarefa fácil. Só parecia. Vencer o lanterna de um campeonato sempre parece fácil, mas eu acho que nunca é tão simples assim. O Flu abriu o placar com Rodriguinho, mas cedeu o empate ao time paulista.

Mesmo com a comemoração do gol de Rodriguinho, o Flu cedeu o empate e perdeu uma das chances de disparar


Sorte que, se o líder poderia ter perdido a liderança, o Corinthians empatou em casa com o Ceará. Porém, parece ter sido que o empate com o 13º colocado foi uma boa. A equipe de Adilson Batista estava com um prejuízo de dois gols. No final, o empate e o “lucro”. Com esse empate a diferença se manteve a mesma, de três pontos. Com essa diferença, se o jogo a menos do Corinthians fosse hoje e o Corinthians vencesse, ambas equipes estariam empatadas com 52 pontos cada. De um outro lado, o Fluminense tem que manter sua regularidade e vencer o próximo jogo e conquistar ao menos um empate contra o Cruzeiro se quiser ser campeão, enquanto o Corinthians tem que conquistar um ponto fora de casa no mínimo, para em casa, vencer o fraco Atlético-GO. O time do Parque São Jorge tem que torcer por um tropeço tricolor contra o Santos (em casa) ou contra o consistente Cruzeiro que falhou ao bater o Atlético-PR em casa.
No clássico paulista tivemos um empate meio sem graça entre santistas e palmeirenses. Kléber fez um golaço e jogou bem, como Valdívia.
O São Paulo que não está nada bem tem um novo comandante. Quer dizer, um novo mas velho conhecido dos são-paulinos. Paulo César Carpegiani saiu do Paraná para vir a São Paulo dirigir o maior ganhador do Brasileirão que está em péssima fase no momento. Será a segunda passagem do técnico pela equipe paulista do Morumbi, sendo que a primeira foi em 1999, há 11 anos atrás. A tarefa de Carpegiani será complicada: transformar um time sem um esquema tático determinado e sem uma escalação ao menos esboçada em mais de um jogo em uma equipe que deseja uma classificação a Liberta, cuja seria a oitava consecutiva. Para Baresi faltaram algumas coisas. Talvez ele tenha sido muito mais teórico do que prático, e o que ele fazia nos treinos não funcionava em campo na hora que realmente importa.Técnico disse adeus ao Atlético do Paraná e veio para o São Paulo com uma missão muito importante
Outra péssima fase é a do Flamengo. Silas disse adeus e Luxa assumiu o cargo de comandante rubro-negro. A missão dele parece ser um pouco mais difícil que a de Carpegiani: transformar uma equipe em um conjunto, sem panelinhas ali e outras aqui. A equipe flamenguista também terá que lutar contra o rebaixamento, quer dizer, contra o fantasma do rebaixamento que atormenta aos torcedores flamenguistas.Silas deu adeus em uma má sucedida passagem pela equipe rubro-negra
As equipes que estão lá na zona da degola, onde o rebaixamento é uma realidade, brigarão até o fim para tentarem se salvar. O Atlético-MG parece candidato a sair da zona, apesar de ter o xará de Goiás um ponto a sua frente. Acho que a equipe atleticana tem bons jogadores, o que falta agora é fazer um time e escapar lá de baixo. O Goiás tem chances de sair da degola mas tem que ralar muito para conseguir o que quer. Enquanto isso, ao Prudente resta se inspirar no Flu do ano passado, ou resta simplesmente chorar. A equipe de Prudente é fraca, apesar de ter feito um ótimo Paulistão com uma chegada as semifinais.

Por: Felipe Saturnino