Sem empolgar, sem criar, e o mais relevante: sem gols. Corinthians fica no oxo em casa

Não foi nada do que eu esperava. Nada mesmo. NEM um pouquinho. O Corinthians empatou em casa com o Tolima pela fase preliminar da Libertadores. Um jogo de ida em casa de extrema relevância, já que a volta será jogada na casa dos rivais.
E essa é a armadilha. Você empatar em casa pensando que terá uma chance na Colômbia do jeito que alguns devem estar pensando não é algo tão animador. NEM um pouquinho. Jogar do jeito que o Corinthians jogou é algo preocupante. Mesmo que seja começo do ano, e a equipe não esteja totalmente acertada, o jeito que o Corinthians jogou foi um pouco sofrível. Sem criar, sem tabelas, sem um elemento surpresa que fosse um volante – como fazia um tal de Elias há um não tão longo tempo atrás. E esse foi o maior problema. Num 4-2-3-1 inicial com Jucilei e Ralf como volantes e Bruno César compondo a linha de três à frente mais centralizado, com Dentinho pela direita e JH pela esquerda, e mais à frente Ronaldo. Essa linha de três fez um jogo deprimente. Não vi um chute a gol na primeira etapa. E na verdade, também não me lembro. As jogadas de maior importância foram de Ronaldo e Jorge Henrique, duas cabeçadas. Uma – a de Ronaldo – parou na mão do goleiro do time da Colômbia. Enquanto a outra saiu por pouco, pouco…
Enquanto isso ocorria íamos percebendo a boa atuação do time colombiano, que tocava bem a bola. Mas se era apertado, geralmente cedia. O ponto forte foram as bolas infiltradas pela defesa corintiana, uma defesa um pouco ingênua, que atuava de um jeito muito arriscado. Foram no mínimo umas três bolas infiltradas pela defesa da equipe alvinegra.
Na segunda etapa, o Corinthians não mudou, sofreu uma certa pressão com uns cinco minutos, mas depois começou a jogar melhor. Tocar melhor. Chutou umas bolinhas a gol – mesmo dizendo que não me lembrava, eles chutaram sim. O Tolima, porém, adminstrava o jogo, tocava a bola, e tentava alguma coisa. No primeiro tempo, poderia ter feito o primeiro, tirando o impedimento mal apitado por um desses bandeirinhas.
Enfim, Tite fez umas substituições. Um pouco questionáveis, não? Marcelo Oliveira no lugar de Roberto Carlos, – seis por meia dúzia – Edno por Bruno César – tudo bem – e Danilo por Dentinho. Eu, ao menos, achei um pouco questionáveis. Mas, realmente, a linha de 3 do meio-de-campo fez uma partida muito fraca para o nível.

No final das contas, o Corinthians foi mal, não fez nada diferente e não se esforçou para mudar a história deste primeiro capítulo. O nível da atuação é muito fraco para esse time, que mesmo tendo algumas carência, pode fazer um pouco mais. Tite, não tinha muitas opções, mas sinceramente não entendi sua troca de Marcelo Oliveira por Roberto Carlos. Não vi se o consagrado lateral pediu para sair. No geral, dou uma nota 5,5. O alvinegro poderia fazer mais, arriscar mais para sair vencendo. Mas jogou muito mal.
Agora para o Tolima, parece um bom resultado. Aliás, um ótimo. A equipe tem algumas fragilidades – como por exemplo, se for muito pressionada, deve ceder – mas conseguiu o que eu diria que não conseguiria. Um empate salvador. Porém, há um segundo jogo. No geral, dou uma nota 7,5 pro time colombiano. Empatou com um time mais forte, com mais técnica e muito experiente. E empatou fora de casa, talvez o fato mais relevante no fim das contas. E se vencer em casa, você sabe o final.

Ronaldo disse que foi uma jogo mais ou menos do Corinthians. Para mim, foi de menos.


Mas, AINDA HÁ A VOLTA.

Roberto Carlos diz "que não é para desespero". É preocupante


Por: Felipe Saturnino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: