A receita: como rachar o Clube dos 13

Tal como uma receita muito mal preparada, o Clube dos 13 se partiu. Não, ele não estava crocante, estava estragado. Se despedaçou, comprovando mais ainda a richa existente entre dirigentes e líderes de entidades de extrema importância no nosso futebol nacional.

O que ocorreu foi entre Corinthians, Flamengo e outros grandes clubes cariocas. Esses clubes deram ‘bye, bye’ ao C13.
A lógica da coisa se refere aos direitos de transmissão de jogos, e de propostas de transmissão dos mesmos. Só que, pelo raciocínio, a proposta que mais enche os olhos é a que atribui mais dinheiro ao comprador. Pois aqui está a chave da coisa: o descaso em relação aos cuidados de transmitir os jogos dos respectivos clubes também é levado em conta. E ainda outros consecutivos fatores dentre eles como racha de dirigentes, Taça das Bolinhas entre outros foram se acumulando e realmente racharam o C13.

O que preocupa é que agora, o Campeonato Brasileiro ganhava um formato. E cada vez mais adquiria mais valor e mais importância, a cada vez que era disputado. Mas, agora podemos ter uma desagregação o que pode gerar uma espécie de outra Liga.

Ainda mais, com a CBF reconhecendo o Flamengo como campeão de 1987, o ambiente tende a ficar mais tenso do que já está, com crise declarada entre São Paulo – atual detentor da tal Taça das Bolinhas – e o Flamengo, que já se separou de Fábio Koff.

Não se pode esquecer do embate entre Ricardo Teixeira e Fábio Koff, que deu declarações muito interessantes à Folha de São Paulo no dia de hoje:

Juro que não queria mais uma reeleição. Mas, quando vi a armação para eleger o Kléber Leite, sem nenhuma conversa comigo, até meus filhos e minha mulher, que não queriam mais que eu ficasse, acharam que não, que eu tinha de ir para a luta. E eles compraram votos, empréstimo para um, adiantamento para outro, mas não passaram de oito votos porque nós também trabalhamos sem descanso.

 

Para fechar, o que se vê é que a medida que a Liga Nacional vai tomando jeito, mais cuidado os clubes querem ter com seus pequenos direitos, e parecem que não viram que ganhariam mais se estivesse negociando juntamente com o Clube dos 13, que se melhorou algo, foi aumentar a grana em relação ao produto de transmissão de cada clube.

E agora? A receita está despedaçada. Quebrou, caiu, e agora é difícil voltar ao normal.

Siga-me no twitter: felipesaturno

Por: Felipe Saturnino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: