O ‘hattrick’ e o penal

O Manchester City parece cada vez mais encorpado.

Mancini arrumou uma forma contundente e segura de escalar craques e fazer de um grupo de bons jogadores um time eficiente.

O italiano tem seus méritos, mas há de se dizer que Sergio Agüero está intocável. O argentino fez seu tento em quatro partidas disputadas na Premier League.

No 4-4-2, o genro de Dieguito fez dupla com Carlos Tévez. Este foi o fato mais relevante do jogo. Dois jogadores móveis atuando contundentemente, sem roubar espaços dos outros, e ocupando os lugares no campo de forma inteligente. O placar de 3 a 0 foi justíssimo.

E o Wigan, no 4-2-3-1, também chegou, mas foi discretamente. Com Rodallega e Moses, a equipe foi perigosa no City of Manchester – o estádio do City. A atuação de Kompany foi boa, assim como a de Joleon Lescott. Apesar de o belga ter falhado em um lance desperdiçado por Franco di Santo.

No mais, um passeio. Poderia ter sido maior, tivesse Tévez convertido o penal. Mas Agüero fez os três e sacramentou o mais que sacramentado.

Cada vez mais, um time que se movimenta conscientemente parece se desenhar pelos pensamentos de Mancini. Um time cada vez mais incorporado ao estilo do 4-4-2 com duas linhas, clássico.

E as atuações de Yaya Touré e David Silva elevam cada vez mais o nível do City, e a segurança da equipe nos jogos que faz.

O City é líder, ao lado do United.

E quarta tem jogo contra o Napoli.

Manchester City - cada vez mais time

Por: Felipe Saturnino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: